Você está em: Página inicial | Maternidade | Amamentação
Cabeçalho | Maternidade | Hospital Santa Lucinda

Amamentação

Amamentar é uma relação perfeita, um laço eterno de carinho!
Amamentar é dar e receber
É dar alimento e receber alento
É dar amor e receber sorrisos
É dar carinho e receber gratidão
É dar ao seu filho o que você tem de melhor

Proporciona aumento dos laços afetivos entre mãe e bebê, pois cada mamada é um momento único e especial. Dar de mamar ajuda no desenvolvimento adequado dos dentes, diminui a incidência de cáries e problemas na fala. Para a mãe, ajuda a reduzir os riscos de sangramento no pós parto e faz o útero voltar ao tamanho normal mais rápido.

O hospital Santa Lucinda está preparado com uma equipe multiprofissional para dar a você todo suporte sobre o aleitamento materno que você precisa receber para iniciar este elo de amor com seu bebê!

 

Por que amamentar?

Contém vitaminas, minerais, gorduras, açúcares, proteínas, todos apropriados para o organismo do bebê;

  • Possui muitas substâncias nutritivas e de defesa, que não se encontram no leite de vaca;
  • O leite da mãe é adequado, completo, equilibrado e suficiente para o seu filho, pois seu organismo produz as defesas e nutrientes especiais para ele;
  • Não existe leite fraco, existem dificuldades no decorrer da amamentação;
  • Só ele tem substâncias que protegem o bebê contra algumas doenças;
  •  O leite materno é limpo, na temperatura ideal e não requer preparo;
  • Não apanha sujeira como a mamadeira;
  • Não precisa ser comprado;
  • Dar de mamar ajuda no desenvolvimento adequado dos dentes, diminui a incidência de cáries e problemas na fala;
  • O leite materno não precisa de complemento até os seis meses de idade, ou seja, não precisa de água e/ou chá;
  •  Aumenta os laços afetivos, pois cada mamada é um momento único e especial para a mãe – bebê – pai;
  • Amamentar logo que o bebê nasce diminui o sangramento da mãe após o parto e faz o útero voltar mais rápido ao tamanho normal;
  • Diminui o risco de câncer de mama e ovários;
  •  Evita gastos com leite, mamadeiras, bicos, materiais de limpeza, gás, água;

 

Por que evitar o uso de mamadeira, chupeta, chuca ou protetor de mamilo, bico intermediário.

  • A limpeza pode não ser adequada;
  • Se as mãos não foram lavadas antes do preparo e a água utilizada para preparar o leite não for adequada pode ser fonte de contaminação
  • As formas de sugar o peito e a mamadeira, chucas, chupetas e bicos  intermediários são diferentes; o bebê pode confundir e passar a mamar errado, sem tirar do peito a quantidade de leite que necessita e passar a chorar mais, não ganhar peso ou desistir de mamar no peito;

 

Para o sucesso na amamentação

  • A mãe tem que estar disposta e encorajada para doar-se ao seu filho a sua maior fonte de riqueza: a mama que produz e emana o leite!
  • A mãe produz leite e tem a mama correta para o seu bebê, por isso não aconselhamos a mãe a oferecer sua mama para outro bebê, pois modifica a produção de leite que é especial para o seu bebê de acordo com seus dias de vida e seu padrão de sucção, e pode ser meio de transmissão de doenças.
  • Pega correta

Amamentacao - Imagem Bebe

  • O recém nascido deve estar olhando para a mama
  • O queixo toca a mama
  • Lábios bem abertos e apoiados na aréola
  • Sucção forte e sem dor
  • Não pode haver barulho / estalos de sucção

 

Como o leite materno é produzido?

O leite materno é produzido nos alvéolos sob a ação de diversos hormônios liberados pela placenta, como estrogênio, progesterona e prolactina, porém a ejeção do leite ocorre devido à ação de outro hormônio, produzido pela hipófise, chamado ocitocina, que é responsável pela contração uterina e pela contração das células mioepiteliais que envolvem os alvéolos produtores do leite. A ocitocina é liberada pelo estimulo de sucção do bebê na mama.

 

Tipos de leite

Colostro

Produzido nas primeiras 72 horas após o parto, é amarelado e grosso, sai em pequenas quantidades. É o que a criança necessita nos primeiros dias de vida, pois contém nutrientes necessários para ela nesta fase.

É a primeira vacina do bebê, pois contém anticorpos maternos que vão ajudá-lo a não contrair infecções. Também é rico em substâncias que favorecem o crescimento, estimulam o desenvolvimento do intestino do bebê, preparando-o para digerir e absorver o leite maduro. O colostro é laxativo e auxilia a eliminação do mecônio (primeiras fezes do recém-nascido).

Leite Maduro

Contém os nutrientes necessários para o bebê crescer. Ele parece ralo, o que pode levar a pensar que o leite é fraco, mas esta aparência aguada é normal e fornece água suficiente para o bebê. A composição desse leite muda durante a mamada. No começo, é rico em proteína, vitaminas, minerais e água. No final da mamada contém gordura, que vai fornecer energia. Por isso, recomendamos que a mamada inicie e termine em uma mesma mama, ou seja, realizando um “rodízio” das mamas.

PUC-SP | Fundação São Paulo - logo

Hospital Santa Lucinda
Rua Cláudio Manoel da Costa, 57 - Jd. Vergueiro
Sorocaba - SP | ver mapa de localização

Telefone: (15) 3212.9900
FAX HSL: (15) 3212.9815 ou (15) 3212.9900 Ramal 9600